MAQUIAVÉLICAS | Átila Onlychild, Eduardo Monteiro, José Seabra, Cláudio Coletti, Havengard Rattlesnake
As malandragens de Agnelo Queiroz, quando governador, continuam a render prejuízos. Ele foi condenado de novo por improbidade administrativa, naquele famoso caso de horas trabalhadas em dobro, quando gozava suas férias.
Temer não disputará um segundo mandato, disse em entrevista ao Ratinho. Só é candidato a fazer um bom governo, adiantou. Acertou na mosca no primeiro caso, para não cair no ridículo. No segundo, há controvérsias.
Logo após assumir o Palácio do Buriti, Rollemberg tinha a aprovação de 47% da sociedade, 31% em cima do muro e 22% de rejeição. Hoje, não seria eleito nem distrital. Diz a Exata que 72% não querem vê-lo nem banhado a ouro.