Abuso de poder

Estados Unidos impõem novas sanções a Caracas

Os Estados Unidos aplicaram novas sanções contra oito membros da Suprema Corte da Venezuela, acusando-os de abuso de poder e de tentativa de danificar a democracia do país.

Foram atingidos pela decisão o presidente da Suprema Corte venezuelana, Maikel Moreno, e os sete juízes que assinaram uma decisão, no fim de março, que tirava o controle do Congresso da oposição ao governo de Nicolás Maduro.

“O povo venezuelano está sofrendo com uma economia em colapso provocada pela má administração e corrupção de seu governo. Membros da Suprema Corte do país agravaram a situação ao interferirem de forma consistente com a autoridade do poder legislativo”, disse o Secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin.

“Ao impor essas sanções direcionadas, os EUA estão apoiando o povo venezuelano em seus esforços para proteger e promover a governabilidade democrática em seu país.”

COMPARTILHE