Jatos americanos flagram e expulsam bombardeiro russo

Dois aviões da Força Aérea americana interceptaram dois bombardeiros russos de longo alcance no espaço aéreo internacional na costa do Alasca, informou o Pentágono nesta terça-feira, um dia depois do ocorrido. Não houve indicação de que os aviões russos tenham entrado no território dos EUA.

“Em 17 de abril, dois bombardeiros russos TU-95 Bear foram interceptados no espaço aéreo internacional ao largo da costa do Alasca por dois aviões de caça norte-americanos F-22 Raptor”, disse a tenente-coronel Michelle Baldanza, porta-voz do Pentágono, que chamou a intercepção de “segura e profissional”.

“O Comando de Defesa Aeroespacial norte-americano monitora as aproximações aéreas na América do Norte e está pronto para garantir a soberania aérea e defender o espaço aéreo”, disse a tenente.

COMPARTILHE