Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Aula sobre ataque suicida provoca morte de 21 pessoas no Iraque



Um ‘professor’ jihadista do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) dava uma aula sobre bombas aos seus alunos radicais vestindo um cinto carregado de explosivos, quando acionou sem querer o dispositivo, matou vinte uma pessoas e deixou quinze feridos na província de Samara, norte de Bagdá.

As autoridades foram alertadas sobre o acidente e se dirigiram ao local, onde doze insurgentes feridos foram presos quando tentavam fugir.

O acidente fatal entre membros do grupo extremista que domina a insurgência sunita no país aconteceu no mesmo dia em que o presidente sunita do Parlamento iraquiano, considerado um traidor pelo grupo, escapou de um atentado na cidade de Mosul, no norte do Iraque.

Carros-bomba são a principal arma usada por este grupo terrorista, com explosões coordenadas e número alto de mortalidade por todo o país.

Os eventos ressaltam a determinação dos insurgentes para reconstruir e recuperar a força que tinham no Iraque no auge da guerra – o que durou até que as tribos sunitas, apoiadas pelos EUA, tenham se voltado contra eles.

Os militantes estão lutando pelo controle de áreas no Iraque ocidental, o que testa a capacidade do governo, de maioria xiita, em manter a segurança do país após a retirada das tropas norte-americanas, há dois anos.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente