Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rachadinhas

Passado criminoso de assessor ameaça volta de Tabanez

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu - Foto Reprodução

Carlos Alberto Tabanez é policial civil aposentado. Teoricamente, saberia responder ao famoso ‘diga-me com quem andas, que te direi quem és’. Ele também ocupou, por um curto período no primeiro semestre deste ano, uma cadeira na Câmara Legislativa.

O título de deputado distrital caiu em seu colo graças a uma ainda inexplicável renúncia do titular Guarda Jânio. Até porque, tratava-se de um segundo suplente. Tabanez, que virou empresário após deixar a carreira policial, tentará voltar ao cargo em outubro. Vem para a disputa pelo MDB. Mas há quem tema por seu futuro político.

A principal pedra no sapato do candidato atende pelo nome de Deivid Lopes Ferreira. Vem a ser o coordenador geral da campanha. Para quem não se lembra, Deivid esteve envolvido no esquema das ‘rachadinhas’ na Câmara Legislativa, a ponto de ser preso e indiciado em inquérito da Polícia Civil.

Ex-ocupante de cargo comissionado naquele Poder, o atual braço-direito de Tabanez supostamente responde (ou respondeu) pelos crimes de concussão, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Procurado pela repórter, o ex-policial não foi localizado.

Publicidade
Publicidade