Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rússia cortou energia

Alemanha já raciona papel higiênico por conta da guerra

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

Os fabricantes alemães de papel higiênico estão enfrentando a falência com o aumento dos preços da energia derrubando seu modelo de negócios de uso intensivo de combustível. Como consequência da crise, a Hakle, uma das marcas mais conhecidas do país, declarou insolvência no início de setembro, informa o Financial Times.

“Isso nos pressionou demais e estávamos perdendo muito dinheiro”, disse Volker Jung, diretor administrativo da Hakle, sobre os aumentos de preços. “Não acho que a onda de insolvências possa ser interrompida a menos que tenhamos um teto [de preço de energia].”. O produto está racionado nos mercados.

Os fabricantes alemães foram atingidos pelo aumento dos custos de transporte, a força do dólar, bem como o fechamento do Nord Stream 1, o gasoduto da Rússia que costumava abastecer a indústria alemã, em meio a disputas sobre as sanções que a UE impôs à Rússia em resposta a sua operação militar na Ucrânia.

Os fabricantes de rolos de papel higiênico estão entre os mais atingidos com o desdobramento da crise de energia . Para produzir um único ‘rolo mãe’ de 2 metros de largura de papel higiênico em sua fábrica de Mainz-Kostheim, a concorrente da Hakle, Essity, precisa de gás suficiente para aquecer uma casa de família durante semanas no inverno.

Por enquanto, os produtos de higiene conseguiram encontrar fontes alternativas de combustível e elevar os preços, com os rolos de papel higiênico Lotus sendo vendidos por 18% mais caros.

O chanceler alemão Olaf Scholz montou um pacote antiinflacionário de 65 bilhões de euros. No entanto, especialistas da indústria de papel dizem que isso pode não ser suficiente para evitar a desindustrialização.

Publicidade
Publicidade