Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Vai vendo...

Americanos prometem acabar ‘máquina de guerra’ russa

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

Os Estados Unidos querem desmontar a “máquina de guerra” da Rússia, interrompendo sua indústria de defesa e cadeia de suprimentos, disse o vice-secretário do Tesouro Wally Adeyemo nesta segunda-feira. “A próxima fase de nosso trabalho será desmontar a ‘máquina de guerra’ da Rússia, peça por peça, interrompendo seu complexo industrial militar e sua cadeia de suprimentos”, frisou, acrescentando que a economia russa deve encolher 10% e que suas importações diminuirão 37%.

“A economia da Rússia deve contrair 10 por cento”, disse Adeyemo. “A Rússia está vendo a inflação disparar com o Banco Mundial estimando que a inflação chegará a 22 por cento ao longo deste ano. Analistas preveem que as importações podem cair até 37 por cento, e a demanda doméstica pode cair mais de 11 por cento.”

No entanto, o vice-secretário do Tesouro dos EUA disse que as sanções podem ser revertidas se a Rússia mudar seu comportamento.

“Sempre queremos ter certeza de que quaisquer sanções que colocarmos em prática possam em algum momento – se o comportamento mudar – ser revertidas para garantir que o agente da ameaça saiba que, uma vez que as sanções sejam implementadas, o objetivo é a mudança de comportamento, em última análise, “, explicou Adeyemo.

Isso ocorre quando a operação militar especial da Rússia destinada a “desmilitarizar e desnazificar a Ucrânia” entrou em seu 54º dia. O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou o início da operação no final de fevereiro, após pedidos das repúblicas separatistas da Ucrânia de Donetsk e Lugansk para defendê-las em meio à intensificação dos bombardeios das forças de Kiev.

Segundo Putin, um dos principais objetivos da operação é impedir o genocídio da população predominantemente de língua russa em Donbass pelo regime nacionalista de Kiev. O Ministério da Defesa da Rússia enfatizou repetidamente que o exército tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia e está fazendo todo o possível para evitar baixas entre civis.

O Ocidente condenou a operação russa na Ucrânia e impôs sanções sem precedentes contra a Rússia com o objetivo de fortalecer a economia do país, incluindo o setor bancário e os fluxos de exportação.

Publicidade
Publicidade