Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Vem mais por aí

Banco Central arrocha mais e eleva a taxa de juros para 6,25%

Publicado

Foto/Imagem:
Dora Andrade/Foto de Arquivo

Em meio ao aumento da inflação de alimentos, combustíveis e energia, o Banco Central apertou ainda mais os cintos na política monetária. Por unanimidade, o Copom elevou a taxa Selic de 5,25% para 6,25% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

A taxa está no nível mais alto desde julho de 2019, quando foi fixada no patamar de 6,5% ao ano. Esse foi o quinto reajuste consecutiv. De março a junho, o Copom tinha elevado a taxa em 0,75 ponto percentual em cada encontro. No início de agosto, o BC passou a aumentar a Selic em 1 ponto a cada reunião.

Em comunicado, o Copom informou que deverá elevar novamente a Selic em um ponto percentual na próxima reunião, no fim de outubro. Com o teto da meta de inflação estourado em 2021, o órgão informou que trabalha para trazer a inflação de volta para o intervalo da meta em 2022 e, “em algum grau”, em 2023.

Publicidade
Publicidade