Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Radiocirurgia

DF tem tecnologia inédita contra câncer da próstata

Publicado

Foto/Imagem:
Malu Oliveira/Via EuroCom Comunicação - Foto Divulgação

O câncer de próstata é o segundo com maior incidência entre os homens no Brasil, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2019, 15.983 mortes foram registradas e há a estimativa de aproximadamente 65 mil novos casos da doença em 2022.

O Hospital DF Star, da Rede D’Or São Luiz, conta com parque tecnológico avançado para o tratamento da doença. Um dos destaques é a radiocirurgia de próstata guiada por imagem com a adição do sistema Clarity – Autoscan, inédita no Distrito Federal e disponível em poucos serviços de radioterapia no mundo.

O tratamento do câncer de próstata com utilização do sistema Clarity de IGRT (Image Guided Radiotherapy) permite visualizar o órgão em tempo real por meio do uso de um ultrassom, reduzindo o uso de radiação durante o período em que o paciente se encontra em tratamento no acelerador linear. Ao permitir com que seja possível monitorizar o alvo terapêutico durante todo o procedimento, reduz-se as margens de tratamento ao redor da próstata, diminuindo assim os efeitos colaterais da radiação enquanto garante a entrega do feixe de maneira precisa no alvo estipulado.

“Em casos em que o sistema detecte que o órgão se moveu em determinado momento da sessão, o aparelho imediatamente interrompe a radiação até que a próstata se encontre novamente no alvo planejado. Nesse sentido, permite-se com muita segurança a realização da radiocirurgia sem a necessidade de colocação de objetos metálicos dentro da próstata, fato necessário em outros sistemas de IGRT. Desta forma, não invasiva e bastante cômoda, aceleramos o tratamento dos pacientes com câncer de próstata, que antigamente realizavam os procedimentos com técnicas menos avançadas em 39 sessões, para um total de cinco sessões, retornando ao paciente à sua vida e rotina fora do hospital muito mais rapidamente”, explica o radio-oncologista do Hospital DF Star, Fábio Faustino.

A radiocirurgia de próstata guiada por imagem através do sistema Clarity – Autoscan é indicada para todos que necessitem realizar radioterapia para tumor de próstata não operados, ou seja, que utilizarão como primeira opção curativa de tratamento, independentemente da agressividade tumoral.

Segundo o radio-oncologista Fábio Faustino, o câncer de próstata é uma realidade da população masculina, principalmente acima dos 60 anos, sendo um tumor bastante prevalente e associado a maior incidência conforme o aumento da idade. “Fato relevante é que esses tumores diagnosticados precocemente têm altas chances de cura com os tratamentos empregados hoje em dia, seja através da radioterapia ou com a cirurgia. Muitas vezes esses pacientes apresentam agravos à saúde de base, como hipertensão, diabetes, problemas cardíacos e pulmonares que os tornam maus candidatos aos procedimentos cirúrgicos, devido ao próprio risco cirúrgico ou anestésico. Sendo assim, a radioterapia é uma excelente opção curativa com cada vez menos efeitos colaterais”, explica Faustino.

A decisão sobre qual o melhor tratamento utilizar deve ser individualizada e debatida em caráter multidisciplinar com as especialidades assistenciais envolvidas nessa patologia.

Sobre a Rede D’Or
Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede privada de cuidados integrados do Brasil com presença em 11 estados, além do Distrito Federal. O Grupo opera com 63 hospitais e tem 10 mil leitos operacionais. São, ao todo, 68,4 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram em 2021 cerca de 3,5 milhões de atendimentos de emergência, 337 mil cirurgias, 45,6 mil partos. A Rede D’Or São Luiz também conta com a Oncologia D’Or e Onco Star, rede de clínicas especializadas em tratamento oncológico em oito estados brasileiros.

 

Publicidade
Publicidade