Curta nossa página


Siameses

Chengulo, melhor amigo, também melhor sombra

Publicado

Autor/Imagem:
Edardo Marínez - Foto Reprodução

Aqueles que me conhecem sabem que o meu maior companheiro nesses anos tem sido o Chengulo, um bulldog francês que é o meu chicletinho. Ou, então, eu é que sou o dele. Seja como for, somos tão ligados, que, agora mesmo, aqui está ele deitado ao meu lado, enquanto eu escrevo este texto. Obviamente, ele está roncando como um típico representante da raça.

Não sei se você que está me lendo possui um parceiro que o acompanha no seu dia a dia. Talvez seja um bichano, um coelho, um hamster, um ratinho, um peixe ou até mesmo um amiguinho imaginário. Não importa! O que vale mesmo é saber que podemos contar com esses verdadeiros psicólogos, que sabem nos ouvir sem resmungar que estamos falando demais.

Às vezes eu me pergunto se o Chengulo já teve um dia ruim, se já acordou de mau humor. Realmente não sei, pois todos os dias ele me cutuca com o nariz geladinho e olha para mim com aquela carinha de “E aí, o que vamos aprontar hoje?”. E, por mais cansado e entediado que eu esteja, parece que aquela energia contagiante toma conta de mim. Pois é, não sei como é a sua sombra, mas a minha tem a forma do Chengulo. Provavelmente, a dele tenha a minha.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.