Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Califórnia

Cientistas descobrem enzima que induz ao suicídio

Publicado

Foto/Imagem:
Alexandra Kashinira/Via Sputniknews - Foto Reprodução

De acordo com as últimas estimativas da Organização Mundial da Saúde, a cada 40 segundos um indivíduo comete suicídio. O suicídio é a quarta principal causa de morte entre pessoas entre 15 e 19 anos, e as taxas têm visto um rápido crescimento nos últimos anos, apesar de numerosos programas de apoio mental e campanhas de conscientização.

Agora, biomarcadores sanguíneos especiais que indicam o risco de suicídio em pessoas com transtorno depressivo foram encontrados pela equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia, de acordo com um estudo publicado na Translational Psychiatry.

Os cientistas disseram que “a expressão do gene no sangue é altamente informativa para entender as mudanças moleculares no suicídio”. Eles analisaram amostras de sangue e cérebro de pessoas que cometeram suicídio, bem como de pessoas que morreram em outras circunstâncias.

A equipe notou que o primeiro grupo teve mudanças significativas na expressão de genes, responsáveis ​​pelas reações ao estresse, juntamente com os ritmos circadianos, respostas imunes e o estado dos telômeros (participantes nas extremidades dos cromossomos que os protegem de danos).

Os pesquisadores disseram que a identificação de biomarcadores sanguíneos é um passo fundamental para o desenvolvimento de exames de sangue que podem determinar o quão suicida uma pessoa é. “Até onde sabemos, este é o primeiro estudo a analisar amostras de sangue e cérebro em uma população bem definida de MDDs demonstrando diferenças significativas na expressão gênica associada ao suicídio consumado”, diz o estudo.

Publicidade
Publicidade