Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Provocação dos norte-coreanos

Coreia do Sul dispara mísseis contra drones do vizinho

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

A Coreia do Sul disparou tiros de advertência depois que drones norte-coreanos cruzaram a fronteira intercoreana sem a permissão, informou uma agência de notícias local nesta segunda-feira, 26. No início do dia, horário local, vários drones que se acredita pertencerem à Coreia do Norte invadiram a fronteira intercoreana sem a permissão de Seul. A Coreia do Sul, em resposta, enviou caças, helicópteros e outros meios para derrubá-los.

Segundo os militares sul-coreanos, os drones cruzaram a Linha de Demarcação Militar que separa as duas Coreias e foram avistados nessas áreas em Gimpo, Ilha Ganghwa e Paju. Alegadamente, um dos caças sul-coreanos caiu, embora a tripulação tenha sobrevivido. O incidente provocou a suspensão temporária de voos civis nos aeroportos de Incheon e Gipmho.

A Coreia do Sul informou pela última vez ter visto drones norte-coreanos ao sul da fronteira intercoreana em 2014 e 2017. Ultimamente, a Coréia do Norte conduziu ativamente testes de mísseis. Somente neste ano, Pyongyang lançou mísseis balísticos 38 vezes. Algumas autoridades sul-coreanas acreditam que esses testes visam expulsar as forças americanas da península coreana. Chung Jin-suk, líder do partido governante da Coreia do Sul, afirmou que Pyongyang planeja expulsar as forças americanas “por meio de ogivas nucleares e mísseis balísticos de alcance médio e intermediário”.

Publicidade
Publicidade