Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Em nome da paz

Coreia do Sul oferece ajuda ao vizinho, mas sem bombas

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

A Coreia do Sul está pronta para facilitar o desenvolvimento dos setores de economia, energia, comércio e agricultura do Norte e empregar iniciativas de investimento internacional se Pyongyang iniciar um processo real de desnuclearização, disse o presidente sul-coreano Yoon Suk-yeol nesta segunda-feira, 15.

“Desde que Pyongyang encerre o desenvolvimento de armas nucleares e inicie a desnuclearização real, proponho um grande plano destinado a melhorar a economia norte-coreana e a vida do povo do país que seria executado de acordo com seus estágios [de desnuclearização]”, afirmou Yoon por ocasião do Dia da Libertação Nacional da Coreia.

O plano pressupõe um programa alimentar de grande envergadura, assistência na instalação de infraestruturas industriais, transmissão e distribuição de energia eléctrica, bem como a modernização de portos e aeroportos para o estabelecimento do comércio internacional.

Seul também está pronta para ajudar Pyongyang a aumentar a produtividade agrícola do Norte, nivelando a infraestrutura médica do país e empregando iniciativas internacionais de apoio financeiro ao investimento, acrescentou. O Dia da Libertação Nacional da Coreia é comemorado anualmente em 15 de agosto para marcar a libertação da Coreia do domínio japonês em 1945.

Publicidade
Publicidade