Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Armas, comida e petróleo

Cuba se reaproxima da Rússia e deixa EUA de cabelo em pé

Publicado

Foto/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição - Foto Reprodução

O presidente cubano, Miguel Diaz-Canel, chegou à Rússia neste domingo, 19, para conversar com o presidente Vladimir Putin e também assistir à inauguração de um monumento ao falecido líder cubano Fidel Castro.

As conversas vão girar em torno de fornecimento de armas, alimentos e petróleo e gás para a ilh do Carib, que vive um embargo imposto por Washington desde a década de 60, Os Estados Unidos veem essa reunião de cúpula com preocupação, por temer míeis ruos em seu ‘quintal’.

O avião que transportou o presidente cubano com sua esposa e a delegação pousou por volta nas primeiras hora da manhã 9horário local) no Aeroporto Internacional de Vnukovo, em Moscou.

Díaz-Canel foi recebido por uma orquestra militar, que executou os hinos de Cuba e da Rússia. A visita incluirá negociações entre os dois chefes de Estado e a inauguração de um monumento a Fidel Castro, que liderou a Revolução Cubana e foi o líder de Cuba de 1953 a 2008.

Publicidade
Publicidade