Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


México

Envenenamento de estudantes por cocaína deixa pais revoltados

Publicado

Foto/Imagem:
Svetiana Ekimenko/Via Sputniknews - Foto Reprodução

O misterioso envenenamento em massa de estudantes em uma escola secundária rural em Chiapas foi o terceiro incidente desse tipo no estado do sul do México nas últimas duas semanas, de acordo com relatos da mídia local. Pais indignados e alunos assustados têm exigido respostas, pois o terceiro envenenamento em massa foi relatado em uma escola no estado de Chiapas, no sul do México, segundo autoridades locais.

Pelo menos 57 alunos da escola secundária Juana de Asbaje, no município de Bochil, foram levados ao hospital no dia 7 de outubro apresentando sintomas de envenenamento por uma substância identificada como cocaína. Segundo relatos, os sintomas variaram de náusea e sonolência a dor abdominal e desmaios. Os pais foram citados afirmando que os alunos ingeriram alimentos ou água contaminados no refeitório durante um evento escolar de sexta-feira.

Imagens circularam nas mídias sociais mostrando a cena caótica no hospital local, enquanto adolescentes em uniforme escolar estavam sendo levados às pressas para receber assistência médica.

Após alegações de alguns pais de que os alunos haviam ingerido cocaína sem saber, o Ministério Público disse no sábado que, após exames toxicológicos, 15 amostras deram “negativo para substâncias proibidas ou drogas de abuso”. No entanto, o escritório acrescentou que mais testes serão realizados.

Mais cedo, um vídeo nas mídias sociais mostrou um homem dizendo que sua filha havia sido envenenada e testou positivo para cocaína em um laboratório particular, junto com outros alunos. As autoridades não fizeram nenhuma declaração oficial sobre a causa do envenenamento em massa. O Ministério Público disse que está investigando o caso. No entanto, o alarme tem aumentado, pois a mídia local informou que desde 23 de setembro houve outros dois casos de envenenamento afetando dezenas de estudantes na cidade de Tapachula, no extremo sudeste do estado de Chiapas.

Publicidade
Publicidade