Curta nossa página


Servidor público

Esplanada terá concursos para 4,4 mil vagas ainda este ano

Publicado

Autor/Imagem:
Wellton Máximo/Via ABr - Foto José Cruz

Os aspirantes a um cargo no serviço público podem começar a se preparar. O governo federal anunciou nesta sexta-feira (16) a autorização para preencher 4.436 vagas em 20 ministérios. A liberação dos postos de trabalho deve ser publicada nas próximas horas em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

Segundo a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, as contratações deverão ter impacto de R$ 735 milhões por ano no Orçamento da União.

De acordo com a ministra, os seguintes critérios foram considerados para a liberação das vagas: tempo desde o último edital de concurso público; proporção entre o número de vagas e o número de cargos aprovados no órgão; proporção de aposentadorias nos próximos cinco anos em relação ao total de vagas ocupadas; perdas em relação à ocupação máxima; mudanças relevantes na estrutura do órgão ou ampliação de atribuições; efeitos imediatos dos serviços para a população; efeitos sobre as políticas prioritárias do governo e visão de futuro.

Confira o número de vagas por ministérios e órgãos contemplados:

•     Ministério da Agricultura e Pecuária: 440
•     Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet): 80
•     Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): 742
•     Ministério da Educação (MEC): 220
•     Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep): 50
•     Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes): 50
•     Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE): 100
•     Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio): 160
•     Ministério das Relações Exteriores (MRE): 100
•     Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI): 120
•     Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro): 100
•     Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT): 100
•     Agência Nacional de Mineração (ANM): 24
•     Ministério de Minas e Energia (MME): 30
•     Analista de infraestrutura: 300
•     Analista em Tecnologia da Informação: 300
•     Auditor-Fiscal do Trabalho: 900
•     Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq): 50
•     Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam): 50
•     Ministério da Saúde (MS): 220
•     Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz): 300

Essas não são as primeiras vagas autorizadas pelo governo atual. Nos últimos meses, o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos havia dado sinal verde para recompor o quadro de órgãos que estavam em situação crítica de falta de funcionários. Além das 4.436 vagas a serem abertas, existem quatro concursos autorizados para repor 9.585 postos. Os editais serão publicados nos próximos seis meses.

Além disso, existem vagas autorizadas desde 2020 cujos concursos estão em andamento, como o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Na última segunda-feira (12), o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos publicou a nomeação de 1 mil técnicos do Seguro Social aprovados no último concurso.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.