Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rússia

Exército de 1,5 mi vai bater no que vier pela frente

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

O ministro da Defesa da Rússia, Sergey Shoigu, realizou uma reunião com a liderança sênior das Forças Armadas da Rússia sobre a implementação da decisão do presidente Vladimir Putin de aumentar o tamanho das forças armadas para 1,5 milhão.

“Isso se deve à guerra que os países do Ocidente coletivo estão travando, uma guerra por procuração que inclui tanto elementos de participação indireta em hostilidades quanto elementos de guerra econômica, guerra financeira, guerra legal, indo além do campo legal e assim por diante “Tais medidas estão relacionadas a isso. A segurança de nosso país deve ser garantida incondicionalmente”, disse Peskov a repórteres.

O decreto de Putin sobre a ampliação do Exército Russo entrou em vigor em 1º de janeiro de 2023. Segundo o documento, o efetivo das Forças Armadas Russas é de 2.039.758 pessoas, incluindo 1.150.628 soldados. De acordo com Shoigu, mudanças no exército russo, incluindo um aumento em seu número para 1,5 milhão de militares, serão implementadas de 2023 a 2026.

Publicidade
Publicidade