Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veja vídeo do Moskva em ação

Explosão tira de combate navio de guerra russo

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Divulgação

A Rússia sofreu um dos seus maiores reveses materiais desde o início da invasão da Ucrânia: o cruzador Moskva, navio de combate que comanda a Frota do Mar Negro, foi “gravemente danificado devido a uma explosão de munições provocada por um incêndio”, segundo o Ministério da Defesa russo. Porém, na versão da Ucrânia, a “honra, orgulho e glória” da Marinha da Rússia foi atingido por mísseis disparados pelas forças de Kiev. Os russos apenas admitem que o Moskva “sofreu grandes danos”.

Este é o mesmo navio, visto na foto acima, que havia ordenado a uma pequena guarnição ucraniana evacuar a Ilha das Serpentes no início da invasão russa. A ordem era para “depor as armas e capitular para evitar que o sangue das vítimas inúteis afundasse”, ao que os soldados ucranianos haviam respondeu: “Navio russo, foda-se.”

O Moskva (“Moscou” , anteriormente Slava) é o carro-chefe da Frota do Mar Negro. Os navios da classe Slava são cruzadores de mísseis dedicados principalmente à guerra anti-navio. Os porta-aviões da Otan eram seus principais alvos durante a Guerra Fria.

Este navio de 12.490 toneladas, 180 metros de comprimento e transportando 66 oficiais e 419 marinheiros, foi lançado ao mar durante o tempo da União Soviética, em 1983, e participou da intervenção russa na Síria a partir de 2015. Segundo agências de notícias russas, está equipado com 16 mísseis de cruzeiro anti-navio do tipo Vulkan.

Nos primeiros dias da invasão da Ucrânia, ele participou de um ataque à Ilha das Serpentes, perto da fronteira com a Romênia, no qual 19 marinheiros ucranianos foram capturados para serem trocados por prisioneiros russos.

O governador de Odessa Maksym Marchenko, disse que o Moskva foi atingido por dois mísseis anti-navio ucranianos do tipo Neptune, mas não ofereceu evidências. Em 24 de março, a Marinha ucraniana destruiu o porta-tropas Orsk no porto ocupado de Berdyansk, distante 80 km a oeste do porto estratégico de Mariupol.

Veja montagem de vídeo com o Moskva em ação, produzido por ucranianos, dando a entender que “o tiro saiu pela culatra”:

https://twitter.com/i/status/1514452883642662914

Publicidade
Publicidade