Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Ler e calcular

Fatura mais simples do cartão pode reduzir endividamento

Publicado

Foto/Imagem:
Gabriel Brum/Via ABr - Foto de Arquivo

Uma fatura do cartão de crédito mais simples e com informações mais claras pode ajudar os consumidores a tomarem melhores decisões financeiras e reduzir o endividamento. Essa é a conclusão de um estudo do Banco Central com 3 mil pessoas.

O levantamento destaca que os efeitos foram ainda maiores para os participantes com menor nível de escolaridade. Com os novos modelos, os participantes da pesquisa alegaram mais facilidade para entender os dados. Eles estavam bem informados sobre as consequências de aceitar o crédito rotativo ou parcelamento da fatura.

Os voluntários foram divididos em três grupos. Quando questionados sobre o custo total com os juros do crédito rotativo, a diferença foi grande.

No grupo que recebeu uma fatura semelhante às atuais no Brasil, apenas 1% dos entrevistados deram a resposta certa. Nos outros dois grupos, que viram faturas com informações melhores sobre custos, taxas e juros, o índice de acerto foi de 34%.

Segundo o Banco Central, em 2021, cerca de 65 milhões de cidadãos fizeram mais de 200 milhões de operações com cartão por mês.

Essa modalidade de crédito tem taxas de juros médias acima de 300% ao ano, e são usadas principalmente por pessoas com renda de até dois salários mínimos.

Publicidade
Publicidade