Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Fugindo da crise

França resgata 3 mil imigrantes no Canal da Mancha

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Garret Furer

Mais de mil migrantes foram resgatados de segunda (1º) para quarta-feira (3) à noite pelos serviços de salvamento franceses no Canal da Mancha, disse nesta sexta (5) o porta-voz da Autoridades Marítima de Cherbourg.

Só entre a noite de terça e quarta-feira foram realizadas 22 operações para socorrer 779 pessoas que tentavam fazer a travessia para o Reino Unido. Esses migrantes foram encaminhados à costa francesa, explicou a Autoridade Marítima do Canal da Mancha e Mar do Norte em comunicado.

Nessa quinta-feira (4), três migrantes apareceram na praia da cidade francesa de Wissant, próximos de uma embarcação onde entrou água. Um deles morreu e dois foram levados para um hospital em estado de hipotermia.

Na quarta-feira, um migrante morreu após ter sido resgatado inconsciente de um barco, e outro foi dado como desaparecido.

A Autoridade Marítima reiterou os alertas sobre os riscos de se tentar atravessar o Canal da Mancha nessas condições. Lembrou, no comunicado, que se trata de uma das zonas marítimas de maior tráfego do mundo e frequentemente com condições meteorológicas difíceis.

Ele afirmou que em cerca de 120 dias por ano o vento sopra forte, sendo uma área “particularmente perigosa, especialmente no inverno quando a temperatura cai”.

De acordo com registros franceses, nos primeiros dez meses do ano, 24,65 mil pessoas tentaram cruzar o Canal da Mancha ilegalmente para chegar ao Reino Unido, um número muito superior em comparação aos 9.551 em todo o ano de 2020.

Os serviços de resgate franceses salvaram 5,71 mil migrantes entre janeiro e outubro, nas diversas operações em que houve mortes.

Publicidade
Publicidade