Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Flórida

Furacão Ian deixa 2 milhões de americanos sem energia

Publicado

Foto/Imagem:
Alisson Dubois/Via Sputniknews - Foto Reprodução

O furacão Ian atingiu a terra firme como uma tempestade de categoria 4 logo após as 15h de quarta-feira, 28, com ventos chegando a 250 quilômetros por hora, confirmou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. “Imagens de radar indicam que o olho de Ian atingiu a costa sudoeste da Flórida, perto de Cayo Costa”, diz um comunicado.

O boletim detalhou ainda que o ciclone está se movendo na direção norte-nordeste a um ritmo de 15 mph. O olho da tempestade está a cerca de 32 quilômetros de Fort Myers, Flórida, que já viu ventos fortes e grandes ondas de tempestade.

Os meteorologistas dizem esperar chuvas e ventos “extremamente perigosos” nas próximas horas ao longo da costa da Flórida, já que o que está sendo descrito como “uma das tempestades mais poderosas a atingir os Estados Unidos em décadas” muda de Cayo Costa, uma ilha barreira ao largo costa oeste do estado, e empurra em direção ao continente.

Um aviso anterior do NHC observou que Ian estava previsto para enfraquecer depois de atingir a terra, mas que manteria a força de furacão à medida que se movesse pelo Estado da Luz; na verdade , o ciclone lento foi posteriormente rebaixado para uma tempestade de categoria 2, mas continua sendo uma ameaça ao estado devido à sua maré de tempestade, com ventos e inundações.

Espera-se que partes da Flórida vejam entre seis a 18 polegadas de chuva e tempestades. As casas costeiras correm o risco de serem “engolidas” pelas águas. “Esta é uma tempestade de vento e de inundação, tudo em um”, disse o meteorologista da CNN Chad Myers. “E isso vai se espalhar por todo o estado. Todo mundo vai ver algo disso.”

Mesmo com os esforços das empresas de energia e funcionários municipais, que trabalham 24 horas por dia para restaurar as interrupções, mais de dois milhões de pessoas já ficaram sem energia enquanto a tempestade atravessa a costa oeste da Flórida. Espera-se que este número aumente à medida que o furacão de categoria 4 continua a passar pela região.

Embora milhões de pessoas tenham recebido ordens de evacuação, o governador Ron DeSantis alertou em um briefing de quarta-feira que era “tarde demais” para as pessoas deixarem os condados de Lee, Sarasota, Collier e Charlotte, onde a ira de Ian é mais forte.

DeSantis alertou os moradores das áreas central e nordeste da Flórida que essas regiões também sofreriam o impacto da tempestade, que deve sair do estado de Daytona Beach na quinta-feira.

De acordo com um anúncio do Serviço Nacional de Furacões chuvas fortes se espalharão pela Flórida até quinta-feira, trazendo “inundações generalizadas, com risco de vida e catastróficas” e atingirão outros estados do sudeste, como Geórgia e Carolina do Sul, à medida que avançarem no fim de semana.

Publicidade
Publicidade