Curta nossa página


Queda de helicóptero

Governo iraniano confirma morte do presidente Ebrahim Raisi

Publicado

Autor/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição, com Sputniknews - Foto Reprodução

O vice-presidente iraniano, Mohsen Mansouri, confirmou a morte do presidente Ebrahim Raisi em um acidente de helicóptero. Também morreram outros passageiros a bordo da aeronave presidencial, que caiu no domngo, 19, em uma região montanhosa na fronteira com o Azerbaijão.

Entre as vítimas fatais estão o ministro das Relações Exteriores Hossein Amir-Abdollahian, o governador da província do Azerbaijão Oriental, Malek Rahmati, e o Imam Tabriz Mohammad Ali Ale-Hashem.

Acompanhe um resumo dos principais fatos conhecidos até agora.

Circunstâncias do acidente
– O helicóptero que transportava o presidente do Irão caiu perto da aldeia de Uzi, na província iraniana do Azerbaijão Oriental, informou a agência de notícias Tasnim .

– O Ministro dos Negócios Estrangeiros Hossein Amir-Abdollahian e vários outras autoridades ​​iranianas também estavam a bordo.

– O helicóptero que caiu era um American Bell 212, informou a agência de notícias Tasnim, acrescentando que poderia transportar até 14 pessoas.

– Dois dos três helicópteros da comitiva do presidente iraniano chegaram em segurança, transportando o ministro da Energia, Ali Akbar Mehrabian, e o ministro das Estradas e do Desenvolvimento Urbano, Mehrdad Bazrpash.

Mortes confirmadas
– Todos os passageiros e tripulantes do helicóptero que transportava o presidente iraniano morreram no acidente, segundo o chefe da Sociedade do Crescente Vermelho Iraniano, Pir Hossein Kolivand.

– Esta informação foi confirmada pelo vice-presidente do país, Mohsen Mansouri.

– Os destroços do helicóptero presidencial foram encontrados a 2.500 metros de altitude.

– Todos os corpos das vítimas foram encaminhados do local do acidente para a cidade de Tabriz.

– O funeral do presidente iraniano Ebrahim Raisi será realizado em Tabriz no dia 21.

Trabalho adicional das autoridades
– A morte do presidente Ebrahim Raisi não perturbará o trabalho do governo, afirmou o gabinete num comunicado no seu canal Telegram.

– O primeiro vice-presidente do Irã, Mohammad Mokhber, assumirá as funções de chefe de Estado até à realização das eleições.

– O conselho, que inclui os chefes do Majlis (parlamento) e do poder judicial, bem como o primeiro vice-presidente, deve organizar as eleições presidenciais o mais tardar em 50 dias.

– O vice-ministro das Relações Exteriores do Irã, Ali Bagheri Kani, foi nomeado ministro das Relações Exteriores interino após a morte de Hosein Amir-Abdollahian.

– O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, declarou luto nacional de cinco dias pelo presidente iraniano e por vários altos funcionários iranianos mortos.

Reação internacional
– O presidente russo, Vladimir Putin, apresentou as suas condolências aos familiares do presidente iraniano Ebrahim Raisi, acrescentando que “terá para sempre boas recordações deste homem notável”.

– O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, apresentou as suas condolências às famílias e amigos do Presidente iraniano, Ebrahim Raisi, e do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amir-Abdollahian.

– A Embaixada da Rússia em Teerã expressou condolências pela morte do presidente iraniano e baixou a bandeira em solidariedade ao povo iraniano.

– O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, o presidente venezuelano Nicolas Maduro, o primeiro-ministro tailandês Srettha Thavisin e o seu homólogo arménio Nikol Pashinyan expressaram o seu apoio ao presidente iraniano e aos dignitários que o acompanham.

– O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, destacou a contribuição de Ebrahim Raisi para o fortalecimento das relações entre os dois países.

– O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, também enfatizou os méritos do presidente e do ministro das Relações Exteriores do país no desenvolvimento das relações regionais.

– O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Bielorrússia disse que verdadeiros amigos de Minsk faleceram e desejou força e coragem à nação iraniana.

– Israel insistiu que não esteve envolvido na queda do helicóptero, informou a Reuters, citando uma autoridade israelense.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.