Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Ibaneis planeja investir em quatro anos 12 bi

Bartô Granja, Edição

Se é para tocar o marco a um porto seguro, vamos lá. Foi com sse pensamento em mente que o governador Ibaneis Rocha enviou à Câmara Legislativa, na sexta, 13, o projeto de lei que dispõe sobre o Plano Plurianual (PPA) do Distrito Federal para o período 2020-2023. O documento contempla o planejamento dos órgãos e entidades da administração pública distrital direta e indireta, da Câmara Legislativa e do Tribunal de Contas do DF.

O PPA também apresenta de forma regionalizada os objetivos e metas do governo para o período, com uma carteira de investimentos estimada em R$ 12,495 bilhões – média de R$ 3,123 bilhões por ano, provenientes da arrecadação própria, das transferências constitucionais, do Fundo Constitucional do DF, do orçamento de investimento das estatais e de receitas de outras fontes como operações de crédito e convênios.

O plano declara as escolhas do Governo e da sociedade, indica os meios para a implementação das políticas públicas, orienta taticamente a ação do Estado para a consecução dos objetivos pretendidos. Está em conformidade com o Plano Estratégico do Distrito Federal 2019-2060 e com os objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), definidos pela ONU.

“Para 2020, foram considerados os valores estimados no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa 2020). E para os exercícios de 2021 a 2023, levou-se em consideração os valores estabelecidos para o ano imediatamente anterior corrigidos pela inflação (IPCA) e as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) que constam do Anexo de Metas Fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2020)”, explica o secretário de Economia, André Clemente.

A alocação dos recursos e implementação e gestão das políticas públicas serão orientadas pelos oito eixos temáticos constantes do Plano Estratégico 2019-2060: Segurança; Educação; Desenvolvimento Econômico; Desenvolvimento Social; Desenvolvimento Territorial; Meio Ambiente; e Gestão e Estratégia.

Esses oito eixos reúnem 15 programas temáticos que retratam a agenda de governo, além de 17 programas de gestão, manutenção e serviços ao Estado, que agregam os gastos relacionados à área-meio. Os programas estão detalhados em ações orçamentárias que integram tanto o PPA quanto a Lei Orçamentária Anual (LOA).

As codificações e os títulos de programas e ações do PPA 2020-2023 são os mesmos que se aplicam às Leis de Diretrizes Orçamentárias, às Leis Orçamentárias Anuais e às leis que as modifiquem. Os valores financeiros e as metas físicas estabelecidos para as ações do 2020-2023 são estimativos, não constituindo limites à programação das despesas nas leis orçamentárias e em seus créditos adicionais.

O PPA apresenta as diretrizes, objetivos e as metas da administração pública do Distrito Federal de forma regionalizada, com base no disposto no Plano Diretor de Ordenamento Territorial – PDOT vigente. E, para evidenciar as ações realizadas pelas Administrações Regionais – RA,

O Projeto de Lei PPA 2020-2023 estabelece oito Objetivos Regionais (cultura; esporte e lazer; infraestrutura; direitos humanos; desenvolvimento econômico; mobilidade urbana; agricultura; e meio ambiente) e o Programa de Gestão, Manutenção e Serviços aos Estado–Regional, destinado às ações de apoio a gestão das RAs.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente