Curta nossa página


Terrorismo deliberado

Kiev derruba avião russo que levava prisioneiros ucranianos

Publicado

Autor/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição, com Sputniknews - Foto Reprodução

Dois mísseis ucranianos atingiram e derrubaram nesta quarta, 24, um avião Il-76 (modelo acima) russo na região de Belgorod, que transportava 65 prisioneiros de guerra da Ucrânia para serem trocados por soldados da Rússia presos pelo regime de Kiev na guerra entre os dois países.

“O regime de Kiev abateu o avião, procurando atribuir a culpa à Rússia pelas mortes dos prisioneiros de guerra ucranianos”, afirmou o Ministério da Defesa russo. Segundo o comunicado, radares das Forças Aeroespaciais russas registraram o lançamento de dois mísseis ucranianos.

“A aeronave foi atacada por forças ucranianas da localidade de Liptsy, na região de Kharkov, usando um sistema de mísseis antiaéreos. O radar das Forças Armadas Russas observou o lançamento de dois mísseis ucranianos”, disse o ministério.

O avião foi abatido às 11h15, horário local, após decolar do aeroporto de Chkalovsky com destino a Belgorod, onde haveria a troca de prisioneiros.

“O regime nazista de Kiev deu este passo com o objetivo de culpar a Rússia pela morte dos militares ucranianos”, disse o comunicado.

A bordo do avião estavam seis tripulantes, 65 prisioneiros de guerra ucranianos para troca e três militares russos que os acompanhavam. Todos eles morreram, revelou o ministério.
“A liderança ucraniana sabia muito bem que, de acordo com a prática estabelecida, o pessoal militar ucraniano seria transportado em aviões de transporte militar para o campo de aviação de Belgorod para troca”, acrescentou o comunicado.

Por acordo previamente alcançado, esta troca ocorreria à tarde no posto de controle de Kolotilovka, na fronteira russo-ucraniana .

No início do dia, o Ministério da Defesa russo disse que um avião de transporte Il-76 das forças aéreas russas com 65 prisioneiros ucranianos que estavam sendo transportados para troca, seis tripulantes e três acompanhantes caiu na região de Belgorod. Mais tarde, Vyacheslav Gladkov, chefe da região, disse que todas as pessoas a bordo do avião de transporte morreram.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.