Curta nossa página


Resumindo, censura

Liminar, tutela e sentença de mérito; só juridiquês

Publicado

Autor/Imagem:
José Seabra - Foto de Arquivo

Leitores de Notibras podem até estranhar algumas de nossas manchetes. Cabe aqui uma explicação: c.e.n.s.u.r.a. Essa prática existiu literalmente na ‘dita-dura’. Grandes jornais, em particular a Folha de S.Paulo e O Estado de São Paulo, sempre que eram alvo dos censores do regime militar, ‘tapavam’ o buraco feito lá na paginação com versos (Camões era o preferido) e receitas culinárias. A quase totalidade da nossa Redação tem isso em mente. Afinal, somos velhos de cabeça-branca. Porém, temos como vantagem fontes confiáveis inacessíveis a quaisquer focas. E na busca da verdade, vale recordar, quanto mais feia a coisa fica, mais fundo nós vamos. Resta-nos a certeza de que liminar por liminar, um dia a Justiça será feita. E sem preliminares.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.