Curta nossa página


J Maiúsculo

Luiz Gonzaga Motta morre aos 80 anos de mal súbito

Publicado

Autor/Imagem:
Andreia Verdélio/Via ABr - Foto Reprodução

O jornalista Luiz Gonzaga Figueiredo Motta, de 80 anos, morreu na sexta-feira (9), em Brasília, vítima de um mal subido. Ele era professor aposentado da Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB) e deixa filhos e netos.

Baga, como também era conhecido, foi secretário de Comunicação da UnB e criou a revista Darcy, publicação de jornalismo científico e cultural da instituição. Ele foi ainda um dos idealizadores do jornal-laboratório da FAC, o Campus, há 53 anos.

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1968, Motta ingressou como docente na UnB em 1969. Sua primeira passagem durou doze anos. Em 1982, pediu demissão “por incompatibilidade administrativa e política absoluta” com o reitor nomeado pela ditadura militar. Retornou em 1985, na gestão do reitor Cristovam Buarque.

Além da atuação acadêmica, Luiz Gonzaga Motta ocupou diversos cargos de gestão, dentro e fora da universidade. Entre eles, foi secretário Nacional de Cultura e secretário de Comunicação do Distrito Federal.

Em 2022, Motta foi homenageado no lançamento da edição nº 27 da revista Darcy, que celebrou os 60 anos da Universidade de Brasília, entre outros personagens históricos da publicação.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.