Curta nossa página


Relatório Serasa

Maioria dos brasileiros diz estar otimista com as finanças

Publicado

Autor/Imagem:
Dora Andrade, Edição - Foto de Arquivo/Rovena Rosa - ABr

Os brasileiros afirmam estar mais otimistas (53%) e seguros (47%) em relação às finanças pessoais, em comparação com os últimos anos. Os dados foram divulgados pelo levantamento “Finanças Regionais: as diferenças na relação com o dinheiro entre os Estados do Brasil”, realizado pela Serasa em parceria com a Opinion Box.

O Amazonas lidera o ranking de otimismo (65%). Já o Pará é o Estado que se diz mais seguro em relação ao dinheiro (55%).

O estudo da Serasa também analisou hábitos de organização e relação das pessoas com o dinheiro. 6 em cada 10 brasileiros (56%) têm o costume de realizar controle mensal das finanças. Anotações em papel (42%), verificação de faturas (33%) e acompanhamento online de extrato bancário (29%) são os métodos mais comuns.

Além disso, 31% dos brasileiros realizaram cursos de educação financeira e 55% afirmam que acompanham conteúdo de finanças nas redes sociais.

Mesmo com o grande uso do PIX – método de pagamento mais popular do País –, o parcelamento de compras segue em alta entre os brasileiros. De acordo com o estudo “Relação com Dinheiro”, realizado pela Serasa em parceria com a Opinion Box, 7 em cada 10 pessoas costumam optar por pagamentos parcelados.

A maioria das aquisições desse tipo é feita com cartão de crédito de terceiros (38%), principalmente nos Estados de Alagoas (50%), Pernambuco (47%) e Rio de Janeiro (47%). Boleto (27%) e crediário específico de lojas (24%) aparecem em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

O estudo também identificou quais fatores são levados em consideração antes de parcelar uma compra. 27% dos consumidores buscam esse tipo de pagamento porque não possuem o valor cheio em conta. Enquanto para 25% do público, a prioridade é verificar se há ou não cobrança de juros.

Parcelar compras por costume é uma realidade entre 25% dos entrevistados. Além disso, 24% afirmam que dividem as contas para conseguir comprar mais coisas e 23% dizem que preferem pagar valores diluídos ao longo do tempo.

O levantamento mostrou ainda que a busca por crédito é alta no Brasil. 52% dos consumidores procuraram essa alternativa no último ano. Pará (63%), Roraima (61%), Amazonas (57%), Mato Grosso do Sul (57%) e Goiás (57%) são os Estados que aparecem no topo da lista. Alagoas (46%), Paraná (47%) e Rio Grande do Sul (46%), por sua vez, foram os que menos procuraram crédito extra.

Para os que contratam, as opções mais procuradas são cartão de crédito (53%), empréstimo pessoal (48%) e crédito consignado (21%). Os principais objetivos são pagar dívidas (35%), limpar o nome (21%) e pagar despesa inesperada (19%).

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.