Curta nossa página


Tensão pré-eleição

Moraes manda prender e Jefferson recebe policiais federais a tiros

Publicado

Autor/Imagem:
Pretta Abreu - Foto de Arquivo

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, determinou neste domingo, 23, a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), por ofensas à ministra Cármen Lúcia, do STF. O ‘braço-direito’ de Jair Bolsonaro recebeu delegados e agentes da Polícia Federal a balas. Ao menos dois policiais foram hospitalizados. Não se sabe se os ferimentos foram provocados na troca de tiros ou por estilhaços. Jefferson mandou dizer por meio de correligionários que não sairá de casa algemado.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.