Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Naufrágios históricos

Noruegueses encontram ‘cemitério’ de navios antigos 

Publicado

Foto/Imagem:
Igor Kusnetsov/Via Sputniknews - Foto Reprodução

Dezenas de naufrágios históricos foram localizados nos lagos Heddalsvattnet e Norsjo, na região de Telemark, no sul da Noruega, ao longo de várias semanas. “Localizamos mais de 75 destroços em Heddalsvatnet e cinco em Norsjo. Este é o maior cemitério de navios já encontrado na Noruega”, disse o gerente do projeto, Thor Olav Sperre.

Seu colega Pal Nymoen, do Museu Marítimo Norueguês, chamou-o de muito importante para a história do país, descrevendo-o como um “tesouro arqueológico”. As descoberta foram feita a partir do uso de um navio oceanográfico.

Isso faz parte do projeto em andamento, que examina todo o fundo do mar do sistema de água Norsjo, uma via navegável outrora movimentada em uma das áreas históricas da Noruega. De acordo com Nymoen, os lagos Heddalsvatnet e Norsjo já fizeram parte do mar.

“A água tornou-se gradualmente água doce por volta da Idade do Bronze. Nos últimos tempos, tem sido um dos maiores portos interiores da Noruega, o que explica o grande tráfego de barcos”, disse ele.

Segundo os pesquisadores, o transporte em Heddalsvatnet existe há muitos milhares de anos, o que é sustentado por inúmeras esculturas rupestres. O lago também abriga relíquias vikings.

Cerca de 50 dos destroços são barcaças usadas em conexão com o desenvolvimento industrial de Notodden, que faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO. Localizado em uma paisagem dramática de montanhas, cachoeiras e vales fluviais, o local compreende usinas hidrelétricas, linhas de transmissão, fábricas, sistemas de transporte e cidades.

Entre os demais, foram encontrados dois grandes veleiros com mais de 30 metros de comprimento cada. As descobertas serão posteriormente investigadas com um veículo subaquático controlado remotamente. Os destroços encontrados em água doce estão muito bem preservados e espera-se lançar uma nova luz sobre a história marítima da Noruega.

Telemark, em homenagem aos Thelir, uma antiga tribo germânica do norte que habitou a área durante o período de migração e a era viking, ocupa um lugar de destaque entre as paisagens históricas da Noruega. Hoje, metade dos edifícios medievais do país estão localizados ali.

Os dialetos falados na área retêm mais elementos do nórdico antigo do que em outras partes do país. Em todo o mundo, a Telemark também é conhecida como o berço do esqui, tendo emprestado seu nome a uma técnica de giro alpino chamada telemarking.

Publicidade
Publicidade