Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Escolas públicas

Orquestra de Cavaquinhos faz apresentações gratuitas

Publicado

Foto/Imagem:
Malu Oliveira, Edição/Via Bárbara Alencar - Ponto de Cultura - Foto Divulgação

Até 15 de maio, o Ponto de Cultura Waldir Azevedo promove apresentações gratuitas da Orquestra de Cavaquinhos de Brasília. O projeto vai circular por escolas públicas da Candangolância e Núcleo Bandeirante. A Vila Telebrasília também recebe o espetáculo aberto ao público, com participação de dois convidados especiais: o mestre violeiro Volmi Batista e a cantora Dani Ribeiro.

De acordo com Dudu Oliveira, maestro da Orquestra de Cavaquinhos de Brasília e diretor do Ponto de Cultura Waldir Azevedo, será um show conceitual de exaltação à música caipira. “Vamos fazer uma fusão de dois segmentos musicais: o samba e a música caipira, trazendo a beleza e a imponência dos timbres eruditos com a malemolência e o tempero popular do cavaquinho, instrumento que fez parte das primeiras formações de grupos que acompanhavam as duplas caipiras.”

O projeto teve início na segunda-feira (25), quando a Orquestra se apresenta no CEF Metropolitana, do Núcleo Bandeirante. No dia 2 de maio, os estudantes da Escola classe 02, da Candangolândia, recebem o projeto. Já no domingo (15), a apresentação será aberta ao público, na Praça em frente ao campo na Vila Telebrasilia, a partir das 16h. O evento conta com a participação do mestre violeiro Volmi Batista que trará, ainda, contação de “causos” e histórias relacionadas a vida do homem do campo. Ao grupo, também se junta a cantora Dani Ribeiro, cega de nascença e um talento já reconhecido no meio do cenário do samba brasiliense.

Criado em 2011, o Ponto de Cultura Waldir Azevedo nasceu de um sonho do musicista carioca Dudu Oliveira, recém-chegado à Capital Federal. Na Praça da Resistência da Vila Telebrasília, ele iniciou uma ação que mudaria a vida de centenas de crianças, jovens, adultos e pessoas com deficiência, que passaram pelas oficinas gratuitas. O objetivo era levar cultura e conhecimento a partir das aulas realizadas no quintal da casa do maestro.

Hoje, o projeto Waldir Azevedo ampliou o alcance, se transformou em Ponto de Cultura e, agora, também atende pessoas de fora da comunidade. Já a Orquestra de Cavaquinhos de Brasília coleciona apresentações em importantes espaços culturais da cidade como Clube do Choro, Centro Cultural Banco do Brasil, Festival de Orquestras Populares.

No fim de 2017, o reconhecimento dos músicos ultrapassou as fronteiras não só do Distrito Federal como do continente sul-americano. Eles foram convidados a se apresentar na Alemanha para as comemorações do Dia Internacional do Choro.

Publicidade
Publicidade