Curta nossa página


Ceilândia agradece

Paulo Octávio promete legalizar feiras em seu governo

Publicado

Autor/Imagem:
Pretta Abreu, Edição - Foto Reprodução

Paulo Octávio, candidato ao Governo do Distrito Federal pelo PSD, disse nesta sexta-feira (9), na Feira do Produtor de Ceilândia, que vai trabalhar para a plena legalidade de todas no DF. Ele se reuniu com Vilson Oliveira, presidente da feira, com Joana Guedes, diretora-social e com Ari de Almeida, ex-administrador da cidade. PO também reafirmou que vai aumentar a segurança e a infraestrutura nas feiras.

“As feiras são um lugar de enorme riqueza de mercadorias e podem promover a geração de empregos. As feiras precisam ser organizadas, para que os feirantes possam investir mais. A caminhada política é importante para conhecer as demandas da população, e nada melhor do que vir e conversar com cada um”, destacou.

Segundo Vilson Oliveira, presidente da Feira do Produtor de Ceilândia, ouvir a comunidade dos feirantes é fundamental. “Estamos precisando de um governo que gere empregos. Só nesta feira são gerados 5 mil empregos diretos e indiretos. As feiras do Distrito Federal fomentam empregos e precisamos de um feirante para administrá-las. O erro dos governos anteriores foi que nunca colocaram alguém que sabe cuidar delas. É preciso ouvir a categoria”, ressaltou.

Já Joana Guedes mostrou a Paulo Octávio o projeto de reaproveitamento de alimentos não vendidos na feira, que são distribuídos para as pessoas carentes da região. “É um trabalho espetacular. São ações como estas que orgulham Brasília. O seu projeto é um projeto de vida, um dos mais bonitos que já vi. Muitas famílias dependem dessa alimentação”, disse PO.

Para Joana, o reconhecimento do candidato do PSD a alegrou muito. “Estou muito feliz com a presença do senhor aqui. Essa área é muito carente e vamos precisar muito do Paulo Octávio como governador, pois é o único que tem condições de ajudar o povo”, finalizou a diretora.

Todas as semanas, Paulo Octávio tem ido às feiras do DF conversar com a população e com os feirantes. Na quinta-feira, a vez foi a feira livre da QND, em Taguatinga, onde ouviu reclamações por falta de segurança. “Isso se deve ao fato de ter menos policiais militares que há 10 anos. Outro problema, é em relação às irregularidades das calçadas, que colocam as pessoas idosas que visitam a feira em risco”, ressaltou.

O feirante Juarez Silva também falou a PO sobre a falta de infraestrutura. “O governo atual fez nada pelas feiras. Não há um banheiro no local. Eu confio que Paulo Octávio será um governador competente e compromissado com as feiras do Distrito Federal”, concluiu.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.