Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Pé no freio, motorista. Veja a aula das crianças

Carolina Paiva, Edição

O ano letivo vai acabando e com ele uma aula diferente. Durante uma semana, alunos do 4º ano da Escola Classe 111 Sul participaram de palestras, curtiram vídeos e tiveram aulas sobre conscientização, respeito e preservação da vida. Ao todo, foram cinco encontros (quatro teóricos e um prático).

Nesta sexta-feira (29) foram ‘formados’ no III Curso de Guardiões do Trânsito do Programa Educacional de Segurança no Trânsito. O encerramento teve até blitz educativa para abordar motoristas, motociclistas e pedestres nas ruas.

A vice-diretora Jihad Jaber contou que o programa foi apresentado aos estudantes pela PMDF ainda no primeiro semestre deste ano. “Fizeram, então, a proposta da escola participar do projeto piloto com um cunho mais pedagógico. As crianças e os professores receberam bem a ideia”, comenta ela.

“Acredito que o projeto vai dar certo. Em Brasília, apesar de sermos referência em respeito no trânsito, como em relação à faixa de pedestre, são as crianças que vão melhorar ainda mais essa questão”, destacou.

Missões a cumprir
Na aula prática desta sexta-feira, as meninas e os meninos receberam um mini talão de fiscalização de trânsito, onde continham quatro missões a cumprir.

Na primeira, Faixa de Pedestres, os estudantes tinham que identificar a sinalização e a qualidade das pinturas.

Na segunda, Semáforo, observar os sinais visuais e sonoros. Na terceira, Motociclistas, notar se as viseiras estavam abertas, a adequação dos capacetes, uso do calçado ideal e do celular durante a pilotagem.

Na quarta e última missão prática, Blitz, os estudantes questionaram os motoristas se já dirigiram sem cinto de segurança, alcoolizados ou se usaram o celular ao volante.

Eis a missão
“Nossa missão aqui é realmente formar guardiões do trânsito. As crianças aprendem o que passamos em sala de aula e levam o conhecimento para os familiares”, diz o subtenente Sávio Galeno, coordenador do Programa de Educação para o Trânsito (Proest).

“A partir do momento em que detectam uma infração de trânsito – e a intenção é justamente essa -, elas orientam e corrigem o condutor. Por isso, nosso objetivo é expandir o programa e conseguir atender mais escolas”, ressalta.

A estudante Giulia Jnsen garantiu que, a partir de agora, com tudo o que aprendeu, não vai mais cometer erros no trânsito. “É muito importante não correr na faixa, olhar para os dois lados e atravessar com calma”, alertou.

O Curso de Guardiões do Trânsito já foi realizado também nas EC 403 e EC 312, ambas na Asa Norte. Todos os participantes, ao final do curso, fizeram o juramento: “Prometo, que a partir de hoje, honrarei o compromisso de ajudar a sociedade a ter um trânsito mais seguro. Reconheço minha missão de orientar, auxiliar e ensinar a todas as pessoas que eu puder. E assim, eu me torno hoje, um guardião do trânsito”.

E, firmado o compromisso, receberam a carteirinha do guardião.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente