Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Povo se une para deixar parques mais verdes

Carolina Paiva, Edição

Doze parques administrados pelo Brasília Ambiental ganharam neste domingo (8), cerca de 4 mil mudas nativas do Cerrado. O Projeto Plantio nos Parques integra o mutirão que foi realizado, simultaneamente, em diversos locais do Distrito Federal pelo Movimento Tempo de Plantar.

De iniciativa da sociedade civil, a ação tem a intenção de plantar um milhão de árvores. Além do Instituto, a atividade contou com participação ativa de Grupos Escoteiros, moradores e ambientalistas.

“A finalidade do Projeto Plantio nos Parques é fomentar a conscientização e a participação das pessoas, comunidades, entidades (seja governamental ou organizada) da importância da preservação do nosso Cerrado com foco, inclusive, no cuidar dos nossos parques”, explicou a superintendente de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (SUCON) do Brasília Ambiental, Rejane Pieratti.

Para um dos coordenadores do Movimento Tempo de Plantar, Alan Clei Barros, o atual momento em que passa planeta Terra requer maior cuidado com a natureza e sensibilização por parte dos governantes e da população. “E quando vemos os brasilienses abraçar o meio ambiente, temos certeza de que estamos fazendo a diferença por um mundo melhor”, enfatizou.

O engajamento dos grupos de escoteiros do DF e dos moradores foi muito importante para o sucesso do evento ambiental.

A escoteira Liz Borba, 13 anos, destaca ser fundamental o envolvimento das crianças e da juventude no ato de plantar. “Isso preserva a natureza e educa”. “Com as árvores vêm o oxigênio – podemos respirar melhor -, serve de abrigo dos animais e deixa o ambiente em que vivemos mais bonito”, acrescentou Pedro Forte, de 11 anos, morador da Asa Norte.

As unidades de conservação que receberam o mutirão nesta edição foram: Parque Urbano e Vivencial do Gama; Parque Ecológico e Vivencial Bosque dos Eucaliptos e Parque Ecológico Ezechias Heringer, no Guará; Parque Urbano Bosque do Sudoeste; Parque da Asa Sul; Parque Olhos d’Água, na Asa Norte; Parque das Garças e Parque Vivencial I, no Lago Norte; Parque Ecológico Águas Claras; Parque Recreativo do Setor O, em Ceilândia; Parque Ecológico Veredinha, em Brazlândia; Parque Ecológico Saburo Onoyama, em Taguatinga; e Parque Três Meninas, em Samambaia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente