Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Ação natimorta

Promotores de pijama pedem prisões de ministros

Publicado

Foto/Imagem:
Pontes de Miranda Neto II - Foto de Arquivo

Wilson Koressawa e Getúlio Alves de Lima, promotores aposentados e advogados atuantes em Brasília, residentes, respectivamente, em Taguatinga e na Asa Norte, entraram com ação no Ministério Público Militar pedindo a prisão em flagrante de Fux, Toffoli, Gilmar, Carmen Lúcia, Fachin, Lewandowski, Barroso, Rosa Weber e… Alexandre de Moraes. Só escapa da degola Nunes Marques, colocado lá pelo capitão. O argumento é crime contra a pátria e por promoverem confronto com Bolsonaro. A justificativa é o enquadramento na Lei de Segurança Nacional. O pedido foi feito no último dia 3. A Lei de Segurança Nacional foi para o arquivo morto um mês antes, donde se conclui que é um pedido natimorto.

Publicidade
Publicidade