Curta nossa página


Olhando para o futuro

PSD promove curso de capacitação política exclusivo para mulheres

Publicado

Autor/Imagem:
Carolina Paiva, Edição - Foto Divulgação

Mulheres de todo o Distrito Federal estiveram reunidas neste sábado (8), no hotel Cullinan Hplus Premium, na Asa Norte, no curso ministrado pelo Insper e promovido pelo PSD Mulher do DF. O evento foi aberto pela presidente nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antônio, que ressaltou a importância da presença feminina na capital, onde as leis são feitas, e destacou a necessidade de aumentar a participação feminina na política da capital.

Alda usou como exemplo a futura presidente do México, Claudia Sheinbaum Pardo, que tomará posse em 1° de outubro deste ano. Ao vencer as eleições com mais de 35,9 milhões de votos (59,75% do total). A aliada do atual presidente Andrés Manuel López Obrador e ex-prefeita da Cidade do México disse que não chegou sozinha ao poder. A dirigente nacional do PSD Mulher também ressaltou o alto nível do Insper, parceiro do partido que dá cursos para mulheres em todo o País.

Para a presidente do PSD Mulher-DF, Deborah Carvalhido, o partido tem um compromisso com a capacitação das mulheres no Distrito Federal. Ela também destacou o desafio de trazer um curso que não estava previsto, mas que, com a participação e a força do presidente do PSD-DF, Paulo Octávio, foi realizado.

Ao lado da vice-presidente do PSD-DF, Anna Christina Kubitschek, o presidente do partido na capital, Paulo Octávio, destacou o papel da mulher na política mundial. “A Alda pontuou um fato muito importante, que começa a acontecer no nosso continente: o protagonismo feminino nas eleições presidenciais. Em um país tão importante como o México, duas mulheres competiram, uma foi a vencedora e isso mostrou a força da democracia e a participação efetiva da mulher na política”, avaliou.

Paulo Octávio também lembrou que, historicamente, o PSD tem protagonismo feminino. E que essa posição de destaque vem muito antes do aumento da participação da mulher como nos dias atuais.

“A Alda deu como exemplo o presidente Juscelino Kubitschek, que fez Brasília em um momento difícil, mas de grande entusiasmo nacional. E fez com democracia, entendimento e liberdade. Importante lembrar também que sua esposa, Dona Sarah, foi a primeira mulher a criar comitês femininos para apoiar o PSD. Então, nós estamos aqui em uma reunião histórica e muito importante, na qual abordamos a força da mulher brasileira na política e a lembrança de que os primeiros comitês femininos surgiram em 1956, na campanha de JK, capitaneados por Dona Sarah”, relembrou.

O líder do PSD-DF falou ainda das eleições na Europa e nos Estados Unidos, nas quais as mulheres já estão figurando como candidatas à vice-presidência, como Kamala Harris com Joe Biden. “Em breve, veremos uma mulher na presidência dos Estados Unidos”, destacou. Ele afirmou ainda sua crença na igualdade de gêneros e na força da mulher brasileira.

Em relação às eleições no Entorno, ele destacou que Brasília abriga e emprega a população destas cidades. “Teremos candidatos do PSD para vereadores e prefeitos e vamos participar destas campanhas. Precisamos dar carinho e conforto às pessoas que vivem nestas cidades, que, para mim, também são brasilienses”, concluiu.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.