Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Fim dos tempos

Rússia testa míssil cinético e manda inimigo ‘tomar cuidado’

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Divulgação

A Rússia realizou o primeiro lançamento bem-sucedido do míssil balístico intercontinental superpesado Sarmat (ICBM), informou nesta quarta, 20, o Ministério da Defesa russo. O Ocidente apelidou a arma, quando estava sendo desenvolvida, de ‘Satã’.

“O Sarmat é o míssil mais poderoso com o maior alcance de ataque do mundo. Ele fortalecerá significativamente o poder de combate das forças armadas nucleares estratégicas russas”, disse o governo de Moscou em nota pública.

O míssil funcionou conforme o esperado em todas as etapas de seu voo, acrescentou o comunicado. O Ministério da Defesa disse que o Sarmat recebeu uma atualização, aumentando o número de ogivas que pode transportar, bem como suporte para novos tipos de ogivas, como planadores hipersônicos.

O presidente russo, Vladimir Putin, parabenizou as forças armadas russas pelo lançamento bem-sucedido do Sarmat. Ele observou que a arma garantirá a segurança da Rússia e fará aqueles que o ameaçam “pensar duas vezes”.

“Esta arma verdadeiramente única fortalecerá o potencial de combate das forças armadas e protegerá a Rússia contra ameaças externas”, disse Putin.

O presidente ressaltou que o míssil é construído com elementos e componentes fabricados na Rússia, o que acelerará sua produção em massa.

No campo da física, energia cinética é entendida como a força que impulsiona um objeto (no caso russo, um novo míssil) ganhando velocidade incomum à medida em que avança contra o seu alvo.

Publicidade
Publicidade