Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Orações para Shiva

Tempestade mata mais de 20 peregrinos em região da Índia

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

Uma grande operação de resgate está em andamento no acampamento do santuário da caverna sagrada de Amarnath, em Jammu e Caxemira, na Índia, depois que as inundações causadas por uma tempestade deixaram 26 pessoas mortas e dezenas de outras desaparecidas.

Mais de 15 mil peregrinos foram resgatados até agora do local, disseram autoridades envolvidas em operações de resgate neste sábado, 9. O Exército Indiano e a Polícia de Fronteira Indo-Tibetana, uma força paramilitar, foram colocados em serviço para ajudar nas operações de resgate.

A Força Nacional de Resposta a Desastres (NDRF), a força de elite de resposta a desastres da Índia, também se juntou ao Exército Indiano, ao ITBP e ao pessoal da J&K em seus esforços para evacuar as pessoas para locais mais seguros.

“Muitas pessoas tiveram as mortes confirmadas. Cerca de 40 ainda parecem estar desaparecidas. Nenhum deslizamento de terra foi relatado, mas a chuva continua, embora não esteja prejudicando o trabalho de resgate”, disse o diretor-geral da NDRF , Atul Karwal, à agência de notícias ANI.

Peregrinos que foram resgatados do local do desastre compartilharam experiências angustiantes das inundações repentinas. “Uma situação parecida com uma debandada aconteceu lá, mas o exército apoiou muito. Muitos foram levados pela água”, disse Deepak Chouhan, um peregrino de Uttar Pradesh em uma conversa com a agência de notícias ANI, com sede em Delhi.

A peregrinação de Amarnath é um evento anual na Índia. No entanto, foi suspenso nos últimos dois anos devido à pandemia de COVID-19. A caverna é dedicada ao Senhor Shiva, o deus hindu da destruição, e está situada a 3.888 metros acima do nível do mar, na Caxemira administrada pela Índia, a cerca de 141 quilômetros da capital do Território da União, Srinagar.

Publicidade
Publicidade