Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Trump anuncia série de sanções para falir o Irã

Bartô Granja, Edição

A pressão econômica adicional ocorre em meio a uma tensão crescente entre o Irã e os Estados Unidos. O Irã atacou a Base Aérea dos EUA Ayn Al-Asad, bem como a sede da coalizão liderada pelos EUA, em resposta ao assassinato do principal comandante iraniano Qasem Soleimani, morto em um ataque aéreo dos EUA.

Os Estados Unidos estão introduzindo sanções adicionais ao Irã em retaliação ao ataque às forças armadas dos EUA no Iraque no início desta semana, disse o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, em uma entrevista coletiva em Washington.

Segundo o funcionário, as novas restrições terão como alvo altos funcionários iranianos e a indústria siderúrgica do país, além de manufatura, têxtil, mineração e outros domínios da economia iraniana.

“Estamos tomando medidas contra oito altas autoridades iranianas que promoveram a atividade desestabilizadora do regime e estiveram envolvidas no ataque de mísseis balísticos de terça-feira”, disse Mnuchin.

Mnuchin acrescentou que as pessoas envolvidas na investigação do acidente aéreo iraniano não serão afetadas pelas sanções.

“O Tesouro emitirá isenções para qualquer um – sejam americanos ou outros – que possam ajudar a facilitar a investigação”, disse Mnuchin durante a conferência de imprensa .

Tensões em alta
As tensões no Oriente Médio atingiram um ponto de ebulição depois que os EUA assassinaram o principal comandante militar iraniano Qasem Soleimani.

Teerã lançou 15 mísseis visando as forças armadas americanas na Base Aérea de Ayn al-Asad e uma instalação em Erbil, no Iraque, em retaliação ao assassinato do general.

As tensões parecem ter se acalmado um pouco depois que o presidente dos EUA, Trump, prometeu uma nova rodada de sanções, em vez de recorrer a uma resposta militar aos ataques do Irã.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente