Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Fórmula 1

Verstappen é campeão no Japão com erro de Leclerc

Publicado

Foto/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição - Foto Divulgação/FIA

O circo da Fórmula 1 já tem um novo bicampeão mundial. É o holandês Max Verstappen, que venceu de ponta a ponta a corrida disputada na madrugada deste domingo, 9, (horário de Brasília) o Grande Prêmio do Japão, no circuito de Suzuka. O piloto da Red Bull foi beneficiado com punição a Charles Leclerc, da Ferrari, que perdeu cinco segundos por não ceder o segundo lugar a Sérgio Perez (Red Bull), após errar em uma curva na última volta.

A chuva que desabou antes e durante boa parte da prova chegou a ameaçar a realização da corrida, interrompida com bandeira vermelha logo após a terceira volta. Quase duas horas depois a disputa na pista foi retomada, com Verstappen pisando firme e garantindo o título com antecipação. Os carros voltam a acelerar no próximo dia 23, no autódromo de Austin, Estados Unidos.

Leclerc cruzou a linha  chegada em segundo, mas levou uma punição de cinco segundos e acabou atrás de Sergio Pérez. Esteban Ocon, da Alpine, e Lewis Hamilton, da Mercedes, fecharam o top 5. A FIA demorou quase 10 minutos depois de a prova ter sido concluída para informar a punição e pegou Verstappen de surpresa, que comemorou o título enquanto dava entrevistas sobre o seu desempenho na pista.

No início da corrida, com a pista molhada, todos os pilotos optaram por entrar com os pneus intermediários e o GP começou a todo vapor. Assim que o sinal foi dado, Verstappen e Leclerc já protagonizaram uma disputa direta. Largando em segundo, o monegasco da Ferrari conseguiu iniciar melhor e levou perigo à liderança do holandês, que fez jogo duro para conseguir defender sua posição.

A agitação inicial, no entanto, não se restringiu à dianteira e afetou todo o pelotão. Devido às condições da pista, os pneus estavam produzindo muito spray e prejudicavam a visão dos pilotos. Carlos Sainz, que largou em terceiro, foi perdendo posições e acabou rodando.

Nos últimos dez minutos da corrida, a classificação no topo custava a se modificar. Verstappen chegou a abrir 27 segundos de Leclerc, que via Pérez se aproximar pelo retrovisor. Enquanto isso, Ocon e Hamilton protagonizavam uma disputa acirrada pela quarta posição. O mexicano da Red Bull atacou o ferrarista com afinco, mas só conseguiu superá-lo momentaneamente por um erro de Lclerc na última gincane. O piloto da Ferrari, por não ceder a posição, foi punido, garantindo o título a Verstappen.

Publicidade
Publicidade