Curta nossa página


Estados Unidos

Vítima de pegadinha mata jovens e pega perpétua

Publicado

Autor/Imagem:
Egor Shapovalov/Via Sputniknews - Foto Reprodução

Um homem de 45 anos, Anurag Chandra, foi condenado à prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional depois de ser condenado por três acusações de homicídio em primeiro grau e três acusações de tentativa de homicídio. Chandra matou três adolescentes em janeiro de 2020 no Condado de Riverside, Califórnia, depois que eles pregaram uma peça nele tocando a campainha da casa e fugido.

O incidente ocorreu quando seis adolescentes estavam reunidos e um deles desafiou o outro a se aproximar da casa de Chandra e tocar a campainha. Depois de tocar a campainha, os adolescentes fugiram rapidamente em seu carro. No entanto, Chandra os perseguiu em seu próprio veículo, batendo na traseira e na lateral do carro até que foram forçados a sair da estrada e bater em uma árvore. A colisão resultou na morte de Drake Ruiz, Daniel Hawkins e Jacob Ivascu, todos de 16 anos.

Chandra fugiu do local sem relatar o acidente, mas testemunhas o seguiram até uma casa próxima e alertaram as autoridades. Chandra foi posteriormente preso e está sob custódia no Centro de Detenção Robert Presley em Riverside desde janeiro de 2020.

Durante o julgamento, Chandra afirmou que um dos meninos expôs suas nádegas antes de fugir e testemunhou que perseguiu os adolescentes por raiva e preocupação com a segurança de sua família. Ele também admitiu ter consumido 12 cervejas antes do incidente. As famílias das vítimas expressaram sua dor e perda, com Craig Hawkins, pai de Daniel, afirmando que a ausência de seu filho em suas vidas é imensurável. A comunidade realizou uma grande vigília em homenagem aos meninos após a tragédia.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.