Curta nossa página


Saiba por quê

Você já se perguntou por que as mariposas voam para a lâmpada?

Publicado

Autor/Imagem:
Chimauchen Nwesu/Via Sputniknews - Foto Divulgação

Insetos como mariposas e borboletas existem há muito tempo. Durante esse período, eles podem ter aprendido a virar a cabeça na direção mais brilhante. A Lua e as estrelas foram as principais fontes de luz, o que ajudou os insetos voadores a permanecerem em seu nível de voo e a subirem.

Mas as mariposas, especificamente, podem ficar presas na luz em vez de serem atraídas por ela, de acordo com descobertas destacadas num estudo recente publicado na Nature Connections.

Com o uso da iluminação artificial, as mariposas começaram a inclinar as costas para a iluminação pública à noite. Isto fez com que formassem voltas ininterruptas em torno dos postes de luz, confiando nos seus instintos evolutivos dominados ao longo de milhões de anos.

Sam Fabian e sua equipe do Imperial College London usaram captura de movimento infravermelho de laboratório de alta resolução e gravações de vídeo infravermelho de alta velocidade para observar que mariposas e libélulas dão as costas às fontes de luz.

“Se a luz estiver acima delas, podem começar a orbitá-la, mas se estiver atrás, começam a se inclinar para trás e isso pode fazer com que subam cada vez mais até parar… Mais dramático é quando elas voam diretamente sobre uma luz. Elas se viram de cabeça para baixo e isso pode causar acidentes. Isso realmente sugere que a mariposa está confusa quanto ao caminho para cima”, disse Fabian.

O estudo é o primeiro a mostrar esse comportamento em insetos noturnos e sugere por que as mariposas são atraídas pelas luzes. Isso confirma que a poluição luminosa é uma razão séria pela qual o número de insetos diminuiu recentemente.

Mariposas e outros insetos podem ficar presos nas luzes, tornando-os alimento rápido para, entre outras criaturas, os morcegos. A luz artificial também pode fazer com que as mariposas pensem que é dia, dizendo-lhes que é hora de adormecer e não se alimentar.

Segundo os autores da pesquisa, a direção da luz deve ser considerada no planejamento e instalação da iluminação externa; é aconselhável evitar a direção da luz voltada para cima, pois são as mais prejudiciais para os insetos.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2023 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.