Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Ação conjunta mata 9 assaltantes de bancos



Nove suspeitos de roubo a bancos foram mortos em uma operação conjunta de polícias de Minas Gerais, São Paulo e federal na madrugada deste sábado em Itamonte (MG). As vítimas eram integrantes de uma quadrilha especializada e participaram da explosão de um caixa eletrônico na cidade por volta das 2h.

A polícia agiu, e houve troca de tiros entre policiais e os suspeitos, que haviam deixado São Paulo para assaltar caixas eletrônicos em cidades do sul de Minas, conforme a assessoria da Polícia Civil do Estado. Um policial civil foi baleado no braço durante a ação, mas não corre risco de morrer. Com a quadrilha, foram apreendidos fuzis, pistolas e bananas de dinamite.

A polícia seguia os passos da quadrilha e apurou que os criminosos pretendiam voltar a atacar Itamonte e outras cidades na região entre os dois Estados. O grupo estava sendo monitorado há aproximadamente dois meses. Cerca de 15 deles saíram armados de São Paulo em sete carros, conforme a Polícia Civil de Minas Gerais, e foram acompanhados por policiais durante o caminho.

Mais de 80 agentes participaram da operação. Quando chegaram à cidade, os bandidos explodiram um caixa eletrônico, mas logo foram surpreendidos e começou um tiroteio.

Na troca de tiros, nove suspeitos morreram, cinco foram presos (entre eles, três ficaram feridos) e um conseguiu fugir e está sendo procurado. Buscas estão sendo feitas próximo ao matagal onde ele se escondeu, conforme o chefe do Departamento de Polícia Civil de Pouso Alegre, delegado João Eusébio. Os sete veículos utilizados pela quadrilha foram apreendidos.

Além de roubar os cinco caixas eletrônicos de Itamonte, a quadrilha planejava dominar o pelotão da Polícia Militar local, segundo explicou o titular da Delegacia de Investigações sobre Roubo a Bancos de São Paulo (Deic), delegado Fábio Pinheiro Lopes. Um dos confrontos se deu perto da unidade da PM, onde suspeitos também foram mortos.

A operação conjunta contou com agentes da Polícia Civil de Minas Gerais, Polícia Civil de São Paulo, Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar mineira.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2021 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente