Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

‘Ajudei a eleger Bolsonaro, vou ajudar a tirá-lo’

Marta Nobre

Está mais tensa a relação do deputado Alexandre Frota com o presidente Jair Bolsonaro. Eleio pelo PSL paulista e hoje no PSDB de João Doria, o parlamentar  usou suas redes sociais para desfechar mais um ataque ao bolsonarismo.

Frota cobrou do ministro da Justiça Sérgio Moro e do próprio chefe do Governo, uma ação da Polícia Federal contra os filhos do presidente (Flávio, Eduardo e Carlos), contra o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio e esclarecimento do caso Fabrício Queiroz.

O deputado suspeita que estão fazendo um jogo sujo mirando apenas adversários do Palácio do Planalto. Citou como exemplo a operação de busca e apreensão na residência e escritório do deputado Luciano Bivar, presidente do PSL.

Em suas postagens,  Frota lembrou de investigações que envolvem o clã Bolsonaro, como os casos do senador Flávio Bolsonaro, o caso das movimentações financeiras do policial Fabrício Queiroz e das suspeitas de caixa 2 do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, sem que nada saia do papel.

O deputado enfatizou que, do mesmo jeito que ajudou a eleger Bolsonaro, vai trabalhar para tirá-lo do Palácio do Planalto. E ainda alfinetou a equipe, sublinhando que Pabllo Vittar faria um trabalho melhor que a ministra Damares Alves.

Veja uma das postagens:

Alexandre Frota

@alefrota77
Gostaria de saber presidente Bolsonaro, se essa mesma PF, vai até o Rj contra o senador Flavio Bolsonaro, contra o Queiroz! Se ela vai também até Minas Gerais contra o ministro do turismo.. te coloquei aí e também vou trabalhar pra te tirar, Bolsonaro!

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente