Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Atlético Mineiro resgata moral e passa pelo Cruzeiro de virada

Publicado

Foto/Imagem:


Depois de um primeiro tempo ruim, em que saiu perdendo, o Atlético-MG reagiu na etapa final e venceu o rival Cruzeiro, por 2 a 1, de virada, neste domingo, no Independência, conquistou o primeiro triunfo no Brasileirão e deixou a zona de rebaixamento. O time celeste, que jogou com um time quase todo reserva, sofreu a primeira derrota na competição.

No primeiro clássico com vencedor no ano – os outros três terminaram empatados por 0 a 0, todos pelo Mineiro –, Atlético, que vinha de duas derrotas e um empate, chegou a quatro pontos e subiu para o 14º lugar, deixando a zona de rebaixamento. O triunfo sobre o rival serviu para o time alvinegro aliviar a crise iniciada com a eliminação precoce na Libertadores.

Sem seus principais jogadores, poupados para a Libertadores, o Cruzeiro interrompeu o bom início no Brasileirão, com duas vitórias e um empate, e desperdiçou a chance de terminar a rodada na liderança. O time celeste permaneceu com sete pontos e caiu para o quarto lugar na tabela.

Por causa do jogo com o San Lorenzo na quarta-feira, que vale classificação para as semifinais da Libertadores, o técnico Marcelo decidiu poupar titular e usou o time B do Cruzeiro. A equipe formada pelos reservas manteve 100% e conquistou o sétimo triunfo na temporada, o terceiro pelo Campeonato Brasileiro.

Sem contar com Ronaldinho Gaúcho, Jô, Réver, Marcos Rocha e Guilherme, todos machucados, o Atlético usou um esquema com três zagueiros no primeiro tempo e pouco produziu. Com a entrada dos jovens Carlos e Marion e sem o trio defensivo, o time alvinegro conseguiu virar a partida.

O primeiro tempo começou com o Atlético assustando logo aos 8min. Alex Silva recebeu de André e tocou para Fernandinho, que chutou de primeira por cima do travessão. O susto não intimidou o Cruzeiro, que equilibrou a partida.

Com poucas chances criadas pelos dois lados, o Cruzeiro ameaçou aos 27min. Nilton fez boa jogada e tocou para Luan, que entrou livre na área e finalizou mal. O time celeste começou a achar espaço no esquema com três zagueiros do Atlético.

E foi numa brecha que o Cruzeiro abriu o placar aos 38min. Souza entrou livre na área e chutou rasteiro. Victor rebateu e Marcelo Moreno só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol.

O Atlético ainda teve duas oportunidades no primeiro tempo. Diego Tardelli tabelou com Fernandinho e bateu rasteiro. A bola passou com perigo perto da trave direita. Em seguida, Otamendi cabeceou livre na área e Fábio evitou o gol.

Em desvantagem, o Atlético voltou com duas mudanças para o segundo tempo. Diego Tardelli, que acusou um problema físico, e Edcarlos foram substituídos no intervalo por Marion e Carlos.

Porém, foi o Cruzeiro que chegou primeiro com perigo. Marcelo Moreno ganhou disputa de bola com Otamendi e tocou para Marlone. O meia chutou por cima do gol de Victor. O Atlético respondeu e empatou aos 9min. Alex Silva cruzou na área e a bola sobrou para Marion marcar.

A partida ficou aberta no Independência, com as duas equipes criando chances. Aos 25min, o árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti de Leo em Leonardo Silva. André cobrou no meio do gol, venceu Fábio e virou a partida.

O clima esquentou no clássico. Aos 30min, Luan fez falta em Leandro Donizete e árbitro o expulso direto. O final da partida ficou dramático. Otamendi evitou o empate do Cruzeiro aos 46min ao cortar a bola em cima da linha. Depois da partida, Marcelo Moreno reclamou do árbitro e também acabou expulso.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade