Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Audi apresenta mudanças no A4, mais ‘musculoso’

Foto/Divulgação
Mário Camargo, Edição

A Audi apresentou o novo A4, como linha 2020. O visual se alinhou à nova linguagem de design da marca. A grade dianteira maior e o perfil mais musculoso deixaram o modelo mais esportivo. Os faróis de LED passaram a ser itens de série, sendo que na versão de topo os dianteiros têm tecnologia Matrix LED e facho alto automático.

No interior, o principal destaque do novo A4 é a grande tela de 10,1 polegadas sensível ao toque, no centro do painel. Levemente inclinada em direção ao motorista, ela tem manuseio parecido com o dos smartphones modernos.

Ela agrega muitas das funções do antigo botão giratório que existia no console e foi suprimido na linha 2020. O usuário pode emitir comandos de voz de forma espontânea, já que o dispositivo já consegue entender frases mais informais.

Entre outras funções, o pacote opcional Audi Connect permite monitorar condições de tráfego e vagas de estacionamento. Uma conexão com a infraestrutura urbana de algumas cidades europeias permite que o novo A4 receba informações dos semáforos. Com isso, o motorista tem condições de ajustar a velocidade para chegar ao cruzamento quando a luz estiver verde. Se estiver parado no sinal vermelho, a contagem regressiva para a luz verde aparecerá no painel de instrumentos.

O aplicativo MyAudi conecta o smartphone do usuário com o carro. Com ele, o motorista pode travar e destravar as portas e dar a partida no motor. Até 14 usuários diferentes podem armazenar em perfis individuais suas configurações preferidas. Opcionalmente, o sistema de som pode ser da grife Bang & Olufsen e os instrumentos podem ser virtuais. Um head up display exibe informações no campo de visão do motorista.

No mercado europeu, o novo A4 terá seis opções de motores turbo, movidos a gasolina ou diesel, com potências entre 150 cv e 347 cv. Três dessas variantes terão um sistema híbrido leve, com auxílio de uma bateria de 12 volts. De acordo com a Audi, a eletrificação pode reduzir o consumo em 300 ml a cada 100 km rodados.

Nas versões esportivas S (o sedã S4 e a perua S4 Avant), o motor 3.0 V6 turbodiesel entrega 347 cv. Ele também tem um sistema híbrido leve, de 48 volts, que permite ao S4 economizar 0,4 litro de combustível a cada 100 km rodados. O conjunto proporciona aceleração de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos.

Para mercados fora da Europa, haverá uma variante movida a gasolina, com aceleração 0,1 segundo mais rápida. A velocidade máxima, em ambos os casos, é limitada eletronicamente a 250 km/h.

Na Alemanha, os modelos já podem ser encomendados a partir deste mês. Os preços da linha 2020 do novo A4 variam entre 35.900 euros (R$ 157 mil) e 62.600 euros (R$ 273 mil).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente