Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Auditor é suspenso e proibido de entrar no TCU

Pretta Abreu

Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, auditor que tem sido apontado como um hacker trapalhão responsável pela elaboração de um estudo paralelo que questiona o número de mortes por Covid no Brasil, e incluído, sem autorização, no sistema de informações do Tribunal de Contas da União, está afastado de suas funções desde a manhã esta quarta, 9.

A decisão foi tomada pela presidente do TCU, Ana Arraes. Para piorar a situação, Alê (como é tratado pelos filhos 01, 02 e 03 do presidente) terá que explicar tintim por tintim à Polícia Federal qual a motivação do seu ato.

O relatório dele foi implantado nas redes do Tribunal na noite de domingo, 6. Na manhã de segunda, 7, citando ‘um relatório reservado do TCU’, Bolsonaro disse a um grupo de apoiadores que metade dos brasileiros mortos pela Covid morreu em consequência de outras doenças. Justamente o que aponta o falso estudo de Alexandre.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2021 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente