Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Biden fala como eleito e promete país mais unido

Mário Camargo

Embora ainda não tenha se declarado sucessor de Donald Trump, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, afirmou no final da noite desta sexta, 6, que a democracia está funcionando e que governará para todos os americanos, independente de quem tenha votado nele ou em seu adversário.

O tom de Biden, porém, foi de presidente eleito, com base nos resultados que vêm sendo observados nas urnas em estados-chave, como Geórgia e Pensilvânia, além do Colorado e Nevada.

No pronunciamento em Wilmington, Biden minimizou a promessa de judicialização dos resultados da eleição prometida por Trump. “”Não temos uma declaração final de vitória, mas os números são convincentes, nós vamos ganhar essa eleição”, disse, categórico.

Biden previu uma vitória “com uma grande maioria; tivemos mais de 74 milhões de votos”, disse o democrata. “É mais do que qualquer outra chapa teve na história, e nosso total de votos está crescendo.”

O candidato repetiu o pedido de calma aos americanos e disse que a contagem é devagar para que todos os votos sejam apurados. Biden fez comentários também sobre a pandemia do novo coronavírus e disse que já prepara um plano de ação para seu governo, se for eleito.

Biden lembrou que os Estados Unidos são o país que mais tem casos e mortes por Covid-19 no mundo. São mais de 9,7 milhões de infectados e 236 mil mortos. E prometeu, por outro lado,, ações para resgatar a economia pujante norte-americana.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente