Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Troco em dobro

Biden manda apreender navio do Irã, que reage e pega dois gregos

Publicado

Foto/Imagem:
Tim Corso/Via Sputniknews - Foto Reprodução

As forças da Guarda Revolucionária Islâmica apreenderam dois navios-tanque gregos que navegavam pelo Golfo Pérsico, perto da fronteira com o Irã. Foi uma resposta aos Estados Unidos, cujo presidente Joe Biden mandou que a marinha da Grécia apreendesse um navio russo que transportava petróleo iraniano, e que descarregasse em um porto norte-americano.

Os militares do Irã divulgaram imagens de sua ação (veja vídeo abaixo) de captura dos navios-tanque gregos no Golfo Pérsico. Informações não confirmadas indicam que entre a tripulação haveria ao menos três americanos. Teerã, Atenas e muito menos Washington comentaram essa versão.

Os dois navios-tanque, o Prudent Warrior e o Delta Poseidon, foram apreendidos por “violações marítimas”, disse o IRGC sem dar mais detalhes. O incidente aconteceu não muito longe do porto de Asaluyeh, no sul do Irã. Suas tripulações permanecem a bordo e estão sendo supridas com o essencial, disse o Irã, respondendo a relatos de que os tripulantes foram presos.

Para os Estados Unidos, a ação representa uma ‘ameaça’ à segurança. Washington, porém, não comenta o fato de deter navios com petróleo iraniano. O secretário de Estado Antony Blinken, condenou a apreensão durante conversas com o ministro das Relações Exteriores grego, Nikos Dendias. Blinken chamou a prisão dos navios gregos de “apreensão injustificada”.

“O Irã deve liberar imediatamente as embarcações apreendidas, suas cargas e suas tripulações. O assédio contínuo do Irã às embarcações e a interferência nos direitos e liberdades de navegação são uma ameaça à segurança marítima e à economia global”, disse por sua vez o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price.

As alegações de Blinken de que a apreensão de navios constitui uma ameaça à segurança marítima ocorre menos de uma semana depois que os EUA determinaram que Atenas apreendesse um navio-tanque russo com uma carga de petróleo iraniano . O petróleo teria sido transferido para outro navio, que tem como destino agora um porto americano.

Esta não é a primeira vez que os EUA apreendem navios que transportam petróleo iraniano, citando suas sanções unilaterais contra a República Islâmica. Teerã diz que essas medidas equivalem a “pirataria estatal” e exigiu que Washington parasse com essa prática.

Veja o vídeo da tomada de um dos navios pelos militares do Irã:

Publicidade
Publicidade