Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Olho na fronteira

Bielorrússia manda Otan cuidar do seu território

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

Uma situação político-militar tensa está se desenvolvendo na fronteira bielorrussa, disse o presidente Alexander Lukashenko neste sábado, 28. “Uma tensa situação político-militar está se desenvolvendo nas fronteiras da Pátria em nossos tempos difíceis, como há oito décadas”, disse o presidente em seus parabéns pelo Dia da Guarda de Fronteira.

A Bielorrússia protegerá sua independência e integridade territorial, se necessário, e os guardas de fronteira farão todo o possível para manter as fronteiras do país intactas, acrescentou Lukashenko.

Na semana passada, o primeiro-ministro bielorrusso Roman Golovchenko disse que a Bielorrússia está tomando medidas para defender sua soberania em meio à atividade da Otan perto das fronteiras do país.

No início de maio, o vice-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Bielorrússia, Ruslan Kosygin, disse que a Otan dobrou sua presença militar na Europa Oriental, o que permite que a aliança envie forças de ataque para as fronteiras da Rússia e da Bielorrússia no menor tempo possível.

Em 24 de fevereiro, a Rússia iniciou sua operação militar especial na Ucrânia , respondendo aos pedidos de ajuda das repúblicas separatistas de Donetsk e Luhansk. Os países ocidentais e seus aliados acusaram Minsk de ajudar Moscou na operação e participar das hostilidades do lado russo, impondo sanções a ambos os países.

Publicidade
Publicidade