Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Bolsonaro avisa STF que divulgar imagens é crime

Pretta Abreu

Bolsonaro voltou às ruas de Brasília neste domingo, 24, desta vez para acompanhar manifestação de apoiadores na Esplanada dos Ministérios e Praça dos Três Poderes. Antes, porém, de deixar o Alvorada a bordo de um helicóptero, do qual mostrou imagens do que teria sido o maior ato realizado na capital nos últimos meses, o presidente foi às redes sociais para deixar um recado curto e grosso ao Supremo – mais precisamente ao ministro Celso de Mello, responsável pelo inquérito que investiga suposta ingerência palaciana na Polícia Federal: “Divulgar gravação ou trecho de gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir, expondo a intimidade ou a vida privada ou ferindo a honra ou imagem do investigado ou acusado. Pena – detenção de 1 (um) a 4 (quatro) anos”. Ele se referia à divulgação das imagens da reunião de 22 de abril, que culminou com a saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente